Central de atendimento (saiba mais): (011) 2653-8727   Atendimento das 9:00 ás 17:30hs
Busca Por:
Doctor Livros Meu Carrinho Meu Carrinho
    0 Produto
Doctor Livros
UMA EMPRESA
Odonto Atual Comércio de Livros Ltda.
Doctor Livros Comercial Ltda. - Epp

Rua Jose Manuel da Fonseca Jr., 431
Cep 03511-000
Vila Matilde - Sao Paulo - SP
(11) 2653-8727
vendas@doctorlivros.com.br

CNPJ 21.506.239/0001-08
INSC. EST. 115.673.568.118
VOCE ESTÁ EM:   Home >> Odontologia >> Implante >> Detalhes do Produto
Atlas Cirúrgico na Implantodontia  Ref. 2230
Capa
Autor: Michael S. Block
Ediçao: 3a / 2011
Número de páginas: 480
Formato: 21 x 28 cm
Editora: Elsevier
ISBN: 9788535245257
Pagamento á vista


R$  134,00
Comprar
Divisao
Indicar este produto
  
Condições de parcelamento sem juros 
  
01 X de R$  134,00
02 X de R$  67,00
03 X de R$  44,67
04 X de R$  33,50
05 X de R$  26,80
Índice e/ou ResumoÍndice e/ou Resumo

Utilize esse Atlas para aperfeiçoar os procedimentos e as técnicas em Implantodontia!

Escrito por um expert na área, essa terceira edição atualizada traz fotografias clínicas claras e inteiramente coloridas, e instruções práticas sobre uma ampla gama de desafios em Implantodontia. Esse Atlas o guiará por planos de tratamento, protocolos pré-cirúrgicos, técnicas cirúrgicas detalhadas e acompanhamento pós-operatório. Nessa edição, foram acrescentados mais estudos de casos, imagens de tomografia computadorizada e um novo DVD com vídeos filmados pelo próprio autor, todos legendados em português.


Sumário


SEÇÃO I: MANDÍBULA

1 Cirurgia na Região Anterior da Mandíbula

      Colocação de dois a cinco implantes na região anterior da mandíbula
            Considerações gerais
            Avaliação da anatomia — exame físico do paciente sem dentes
            Avaliação da anatomia — exame radiológico do paciente sem dentes
            Tratamento cirúrgico
      Enxerto da mandíbula atrófica
            Considerações gerais
            Incisão intraoral e colocação de enxertos ósseos corticomedulares autógenos,
            Incisão extraoral e colocação de enxertos ósseos corticomedulares autógenos
            Colocação de implante na mandíbula enxertada
            Colocação de implantes na mandíbula atrófica sem enxerto
            Distração do rebordo alveolar na região anterior da mandíbula
            Exposição e necessidade de cirurgia secundária de tecido mole
      Carga imediata na mandíbula edêntula
            Carga imediata com restaurações provisórias
                  Coroa e ponte fixa cimentadas nos implantes
                  Prótese provisória híbrida
                  Colocação imediata de provisório em um paciente dentado usando guia tomográfico
            Carga imediata com a restauração final
                  Uso de barra segmentada pré-fabricada e conectores de previsão
                  Prótese mandibular final confeccionada a partir da TC
      Discussão

2 Cirurgia da Região Posterior da Mandíbula
      Colocação dos implantes na região posterior da mandíbula
            Considerações gerais
            Plano de tratamento e diagnóstico
                  Exame físico
                  Fabricação do guia
                  Determinação do número e tamanho dos implantes
                  Uso da imagem de TC para avaliar o osso antes da colocação do implante
            Tratamento cirúrgico
                  Colocação dos implantes no osso adequado
                  Colocação do implante em osso estreito
                  Aumento dos rebordos mandibulares posteriores estreitos ou com defi ciência vertical
                  Aumento do rebordo estreito com materiais particulados
                  Colocação imediata de provisório usando guia gerado por TC
                  Uso do guia de TC para angular os implantes e evitar o nervo alveolar inferior
                  Aumento vertical da região posterior da mandíbula: osteotomia interposicional para aumento do rebordo
                  Enxerto ósseo particulado com membranas

SEÇÃO II: MAXILA

3 Cirurgia da Maxila Edêntula e Parcialmente Edêntula
      Cirurgia da maxila anterior
            Avaliação e planejamento pré-operatório
            Instalação de quatro implantes na maxila anterior
            Instalação de oito implantes sem enxertia
            Instalação de implantes e enxertos ósseos aposicionais onlay para defeitos ósseos isolados
            Aumento da maxila anterior utilizando material de enxerto particulado combinado com cola de fibrina e membranas reabsorvíveis
            Aumento de seio e aumento horizontal do rebordo maxilar anterior simultâneos
                  Técnica cirúrgica
            Instalação de oito implantes com enxerto no seio
            Exposição de implantes na maxila edêntula
      Cirurgia da maxila posterior
            Reabilitações unitárias de pré-molar e molar
            Restaurações múltiplas implantossuportadas
            Guia tomográfi co: sequência do plano de tratamento
            Cirurgia guiada por TC: complicações associadas a escaneamento, processamento, cirurgia e prótese
            Confecção de guia para planejamento com TC
            Exemplos de caso
            Cirurgia guiada por TC em maxila edêntula sem confecção imediata de provisórios
            Exemplo de caso
            Enxerto ósseo particulado com cobertura de membrana
            Enxertos aposicionais onlay sólidos coletados da região de sínfise ou ramo
            Implantes angulados como alternativa de enxerto de seio
                  Revisão da literatura dos implantes angulados
            Vantagens do uso de implantes angulados para reabilitação protética implantossuportada
            Desvantagens do uso de implantes angulados para reabilitação protética implantossuportada
      Reconstrução de defeitos maxilares anteriores severos utilizando distração osteogênica, enxertos ósseos e implantes
            Princípios cirúrgicos gerais
            Exemplo de caso
                  Avaliação pré-operatória
                  Instalação do dispositivo de distração
                  Remoção do distrator e coleta do enxerto ósseo
                  Instalação do implante

4 Enxerto do Seio Maxilar
      Conhecimento, princípios gerais e técnicas
            Triagem pré-cirúrgica
            Triagem radiográfi ca pré-operatória
            Técnica cirúrgica
      Técnicas de remoção de osso
            Enxertos dos ossos maxilares
            Enxertos do osso tibial
                  Retalho periosteal osteocortical
                  Janela cortical
                  Conduta pós-operatória
            Enxertos da crista ilíaca
      Colocação do enxerto ósseo no interior do seio
            Partículas bovinas combinadas com osso autógeno e cola de fibrina
            Proteína morfogenética óssea para enxerto do seio
                  Administração de proteína recombinante morfogenética óssea
                  Revisão da literatura
                  Técnica
            Cirurgia a laser para levantamento intraimplante da área sinusal
            Uso da proteína morfogenética óssea para enxerto posterior com dentes anteriores
                  Colocação do implante

5 Implantes Zigomáticos e Implantes Angulados para a Maxila Edêntula
      Instalação de implantes zigomáticos combinados com implantes anteriores
            Considerações gerais
            Planejamento pré-operatório
            Procedimento cirúrgico
      Instalação de quatro implantes angulados para fornecer suporte a uma prótese total
      Implante zigomático único para tratamento de um caso de maxila total
      Utilização de dois implantes zigomáticos para a confecção de uma prótese total após perda óssea severa
      Uso de implantes zigomáticos para fornecer suporte a uma prótese nasal/maxilar
            Avaliação e plano de tratamento
            Exemplo de caso

6 Técnicas para Enxerto no Local da Extração
      Material para enxerto
            Osso mineralizado bovino
            Osso mineralizado alógeno
            Osso autógeno
      Dentes anteriores da maxila
            Posição da margem gengival
            Quantidade de osso no dente adjacente
            Presença ou ausência de proeminência da raiz
            Proporção do dente restituído em consideração ao dente adjacente
            Deficiência de osso no local do implante
                  Defeitos labiais
                  Defeitos ou concavidade do palato
                  Buracos apicais
            Técnicas cirúrgicas
                  Protocolo de extração do dente
                  Instalação do enxerto
                  Enxerto em ossos com grandes defeitos            
      Região dos molares
            Desenho da incisão
            Extração do dente e procedimentos de enxerto
                  Instruções pós-operatória
      Instalação imediata de implantes após extração do dente
            Indicações e contraindicações
            Primeiro passo para a instalação do implante logo após a extração
            Avaliação pré-operatória e posicionamento do implante em zonas estéticas
                  Linha do sorriso
                  Avaliação estética
                  Biótipo gengival
                  Sondagem
                  Análise oclusal
                  Avaliação radiográfica
            Configurações anatômicas após extração do dente
            Indicações e estabilidade do implante
            Técnicas cirúrgicas para dentes específi cos
            Considerações gerais
                  Incisivos centrais
                  Incisivos laterais
                  Caninos
                  Pré-molares
                  Incisivos mandibulares
      Estratégias para manter a margem gengival facial após extração e reposição de dentes anteriores da maxila
            Exemplos de caso
                  Uso de piezótomo para remoção de dente anquilosado e instalação imediata do implante
                  Gengiva espessa, posição ideal da margem gengival facial, osso vestibular fino com defeito de apicetomia
                  Gengiva moderadamente espessa, posição ideal da margem gengival facial, incisivo central fraturado com osso vestibular fino, porém intacto
                  Osso fino, tecido fino
                  Gengiva facial fi na, nível ideal da margem gengival facial, falta de osso vestibular
                  Nível ideal da margem gengival, osso vestibular fino ou deficiente após a perda de um implante que já havia sido colocado
                  Gengiva fina com margem gengival facial apical ao dente adjacente
                  Gengiva fina com osso adequado para posicionamento do implante
                  Tratamento do paciente com traumatismo: avulsão de dentes anteriores

7 Provisionalização Imediata de Restaurações com Implantes
      Métodos para provisionalização imediata de restaurações com implantes unitários
            Considerações gerais
            Preparação pré-operatória em laboratório do pilar e da coroa provisória
                  Técnica laboratorial
                  Procedimento cirúrgico
                  Preparação do pilar no consultório e fabricação de uma coroa provisória
                  Considerações pré-operatórias
                  Método de provisionalização
            Indexação do pilar para a fabricação de uma coroa provisória em laboratório, com colocação na boca do paciente em um período de horas ou dias
                  Considerações pré-operatórias
            Técnicas cirúrgicas e de moldagem
            Tratamento pós-operatório
            Possíveis complicações
            Discussão
      Métodos para provisionalização imediata de restaurações com implantes de múltiplas unidades
            Revisão da literatura: exemplos de caso
            Princípios gerais
            Um caso de maxilar posterior
            Um caso de maxilar anterior com retenção de cemento
            Um caso de maxilar anterior com guia cirúrgico gerado por computador e retenção da prótese provisória com parafuso
            Provisionalização imediata com uso de orientação por TC
                  Substituição da dentição anterior superior
                  Procedimento cirúrgico
            Um caso de maxilar posterior com transferência após a colocação do implante
            Unidades posteriores com prótese provisória imediata com implantes esplintados
            Restauração parcial da mandíbula usando-se uma prótese parcial removível como uma prótese provisória de estilo híbrido
            Coroas provisórias imediatas inferoposteriores com pilares CAD CAM

8 Estética de Próteses sobre Implantes Anteriores: Técnicas Cirúrgicas para Otimização de Resultados
      Fatores essenciais para a estética das próteses sobre implantes de incisivo central
            Ossos e tecidos moles
            Colocação de implantes em alvéolos de extração imediatamente após a extração do dente
            Linha do sorriso
            Cor dos dentes adjacentes
            Simetria da dentição anterior
            Posição do implante
            Fatores prognósticos
                  Margem gengival do dente antes da extração ou após a cicatrização
                  Perda de massa óssea vestibular
                  Posicionamento do implante
      Diagnóstico, planejamento do tratamento e técnicas cirúrgicas
            Projeto da incisão
            Localização do implante
            Decisões que afetam o tratamento
                  Altura e largura ósseas suficientes
                  Largura óssea fina, altura óssea suficiente

      Carga imediata e protocolo de uma fase
      Técnica de uma fase para colocação de implante após a extração do dente
      Considerações gerais e acompanhamento do tratamento
            Conclusões

9 Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética
      Manipulação de tecido mole para aumento do rebordo
            Enxerto de tecido conjuntivo subepitelial para aumento do rebordo
            Momento de colocação dos enxertos de tecido mole
            Técnica do rolo palatino
            Transposição do tecido palatino para a reabertura dos implantes
            Colocação de um enxerto de tecido conjuntivo subepitelial como um procedimento isolado
            Preparação do sítio receptor: colocação de um enxerto de tecido conjuntivo subepitelial sem remoção simultânea de membrana
            Remoção do enxerto de tecido conjuntivo subepitelial
                  Técnica aberta
                  Técnica fechada
                  Manuseando e modifi cando o enxerto de tecido conjuntivo
            Colocação de um enxerto de tecido conjuntivo subepitelial
            Enxerto de tecido conjuntivo subepitelial com remoção simultânea de uma membrana não reabsorvível
      Correção coronal da margem gengival nos implantes
            Enxerto de tecido conjuntivo subepitelial para movimentação coronal da margem gengival e eliminação de cicatrizes verticais
            Criação de retalho semilunar para reposição coronal da margem gengival

Verified By Visa Ajuda | Fretes e Entrega | Garantia de Produtos | Mapa do Site | Indique nossa Loja

Copyright ® 1999 - 2017 Doctor Livros Política de Privacidade | Termos de Uso