Parcelamento
Frete grátis em compras acima de R$ 300,00
Parcelamento
Compre em até 6x sem juros
Parcela mínima R$ 100,00
Parcelamento
Site 100% seguro
Meu carrinho
  • Estudo Psicanalítico - Mallarmé O Livro

Estudo Psicanalítico - Mallarmé O Livro

JOSEPH ATTIÉ

REF.: FOR9372

R$ 192,00



EDIÇÃO
1ª/2013
EDITORA
Forense universitária
PÁGINAS
568
ISBN
9788530949372
FORMATO
16 X 23 - Brochura
RESUMO

Estudo Psicanalítico - Mallarmé o Livro


O trabalho que se realiza aqui visa a interrogar a lógica de sua obra. Vai-se tratar de seguir os significantes do sujeito segundo o ensinamento de Jacques Lacan. A obra, com efeito, indica a posição do sujeito tal como ela responde em sua vida.
Que a obra seja a resposta do sujeito é uma afirmação válida para toda obra quando esta se põe a existir. Mas isso não explica todos os desvios por que passou a poesia de Mallarmé, e menos ainda seu mistério que só o termo “mallarmeano” parece hoje encarnar.
Digamos que as “palavras” de Mallarmé têm de particular o fato de serem tão sensuais e suaves quanto elevadas à dignidade do conceito, o que, ele chama de “a Noção” ou “a Ideia”. É esta, pelo menos, a ambição do poeta. Donde o brilho e a fascinação que elas exercem.


SUMÁRIO


Prefácio brasileiro
Prefácio
Prólogo
Capítulo I – Problemática 1. Como interrogar uma obra?
Capítulo II – Problemática 2. Mallarmé: o homem e a obra
Capítulo III – Herodias. “Gosto do horror de ser virgem”
Capítulo IV – “Adeus casal”
Capítulo V – “O filho da noite de Idumeia”
Capítulo VI – A penúltima
Capítulo VII – Hamlet
Capítulo VIII – Igitur
Capítulo IX – Anatole
Capítulo X – Abolido bibelô
Capítulo XI – Tríptico ou a silhueta do tempo
Capítulo XII – O acaso – O contingente
Capítulo XIII – Um lance de dados
Capítulo XIV – As núpcias de Herodias
Capítulo XV – O olhar e a voz 1. Herodias e o Fauno
Capítulo XVI – O olhar e a voz 2. Igitur
Capítulo XVII – O olhar e a voz 3. O Lance de dados
Capítulo XVIII – O Livro e a Letra
Capítulo XIX – A letra e o inconsciente
Capítulo XX – A tragédia da natureza
Capítulo XXI – O mito, a letra e a mulher
Capítulo XXII – “Fome da tua carne, sede dos teus olhos”
Capítulo XXIII – “Porque é necessária a morte para saber o mistério”
Capítulo XXIV – Nomeação
Epílogo
''

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba toda semana as informações mais relevantes sobre lançamentos e novidades.