Parcelamento
Frete grátis em compras acima de R$ 300,00
Parcelamento
Compre em até 10x sem juros
Parcela mínima R$ 100,00
Parcelamento
Site 100% seguro
WhatsApp
Meu carrinho
  • Desoclusão - Alinhamento Tridimensional E Oclusão

Desoclusão - Alinhamento Tridimensional E Oclusão

Aníbal A. Alonso

REF.: QI1770

R$ 600,00

Ou em até 6x de R$ 100,00



EDIÇÃO
1ª/ 2020
EDITORA
Santos Publicações
PÁGINAS
708
ISBN
9788578891916
FORMATO
21 x 28
ENCADERNAÇÃO
Capa dura
RESUMO

Esta Obra ESPETACULAR ! 
Contém mais de 800
vídeos curtos
e mais de 100 imagens especiais,
Acessados por QR Code.


SUMÁRIO
Esta grande obra contém 20 Páginas só de Sumário!
Segue sumário resumido.


Cap.1 – Crescimento, Formação e Desenvolvimento
Este capítulo contém + 36 QR code
Cap.2  – Fundamentos Básicos
Este capítulo contém + 168 QR code  
Cap.3  – Indução
Este capítulo contém + 44 QR code  
Cap.4  – Espaço Funcional Livre
Este capítulo contém + 51 QR code 
Cap.5  – Dispositivos Oclusais
Este capítulo contém + 83 QR code 
Cap.6  – Harmonização Oclusal
Este capítulo contém + 52 QR code 
Cap.7  – As Linhas de Referência
Este capítulo contém + 50 QR code 
Cap.8  – Oclusão em Ortodontia: “O Iceberg Funcional”
Este capítulo contém + 22 QR code 
Cap.9  – Oclusão e Periodontia
Este capítulo contém + 13 QR code 
Cap.10  – Oclusão e Articulação Temporomandibular (ATM)
Este capítulo contém + 24 QR code 
Cap.11  – Oclusão e Endodontia
Este capítulo contém +11 QR code 
Cap.12  – Implantes
Este capítulo contém + 74 QR code 
Cap.13  – Próteses Removíveis Dentomucossuportadas e Mucossuportadas
Este capítulo contém + 43 QR code 
Cap.14  – OH versus ORC: DVO
Este capítulo contém + 38 QR code 
Cap.15  – Registros
Este capítulo contém + 79 QR code 
Cap.16  – Articuladores
Este capítulo contém + 48 QR code 
Cap.17  – Sistematização Diagnóstica Sobre Modelos de Estudo
Este capítulo contém + 24 QR code 
Cap.18  – Remontagem e Modelos
Este capítulo contém + 18 QR code 
Cap.19  – A Filosofia DATO
Este capítulo contém + 39 QR code 


PREFÁCIO


Eu me perguntei por que escrevi meus livros. Nunca pensei sobre o sucesso deles; só queria alcançar jovens profissionais, contando a eles mais do que meus sucessos, meus fracassos também. Alguns eu pude corrigir e muitos não. Mas por que esse comportamento? Só ouvi e ouvi muitas vezes que está tudo bem, que o antigo é inútil. Hoje eu sei que tudo que é atual, envelhece. E sucessos imediatos serão futuros fracassos. O tempo é o tirano das verdades. O que é moderno hoje, amanhã será passado. E muitos casos de sucesso garantido serão esquecidos ou sua verdade permanecerá. Essa verdade não se baseia em sucessos, mas sim em fracassos. Isso não deve ser interpretado como mudanças que não são necessárias. É óbvio que as pesquisas fazem o progresso da ciência. Mas como nasce o conteúdo do meu texto? Na década de 1970 eu disse: “Senhora, não reclame dos meus trabalhos, Deus lhe deu ‘pérolas‘; meus trabalhos, em comparação com a natureza, são ruins, caros e podem durar menos do que os seus próprios dentes.” No primeiro momento, isso me pareceu muito engraçado, mas quando terminei o curso, me escutava repetir: “Deus deu a ela pérolas”. Eu me perguntei, então, como foi organizada a primeira dentição? Poderíamos chamar de primeira reabilitação oral? Como essa dimensão vertical foi determinada? Qual foi o protocolo biológico para chegar a “montar” as futuras arcadas dentárias? Como as diferentes curvas foram formadas em cada lado? Qual é a primeira coisa que Deus faz para alcançar essa primeira reabilitação oral? Sem dúvida, primeiramente, os dentes se calcificam. Sem dentes (forma e tamanho) não existem arcadas dentárias. Quanto mais eu questionava, mais perguntas apareciam. Então, estudei essa dentição sem ser odontopediatra, tirando conclusões reais, verdadeiras evidências. Os dentes anteriores sempre apareceram primeiro do que os posteriores.


Este livro tentará adaptar esta sistematização biológica a tratamentos em adultos em reabilitações de alta complexidade. Fazer uma única restauração integrada ao resto do sistema para mim é Alta Complexidade. Essa opinião não significa aumentar as dificuldades do tratamento, mas sim entender que estamos dentro de um sistema e ali estão nossas restaurações. Este será o conteúdo do meu livro. Para finalizar, um conselho de um antigo dentista: “Nunca tenha medo de estar errado. Isso somente é patrimônio dos trabalhadores. Confie nessa verdade final: TODOS, TODOS, TODOS, inclusive os melhores, erraram. Se você tentar resolver os problemas, terá aprendido mais do que com os seus sucessos e então te dirão: Você tem muita experiência”


                                                                                                                                                                            Aníbal A. Alonso


 

''

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba toda semana as informações mais relevantes sobre lançamentos e novidades.